GALERIA - FÓRUM

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Vídeos dos alunos exibidos durante o Fórum - 1ª Noite

Vídeo da 6ª Série A, orientado pelas professoras Carla, Regina de Freitas e Regina Neumann, com o tema "Propondo uma Economia Solidária para Paranaguá":


video

Vídeo da 6ª Série B, orientado pelas professoras Varseli e Ana Cristina, com o tema "Campanha Desperdício Zero":


video

Vídeo da 7ª Série A, orientado pelos professores Fabiana, Josias e Cida, com o tema "Economia Solidária: o Desafio":


video

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 8

Nossos sinceros agradecimentos, publicados no dia 23/05/2010:

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 7

Opinião pública sobre o Fórum:

Jornal Folha do Litoral: 21/05/2010

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 6

Coluna do nosso diretor pedagógico, Prof. Pe. Vilmar Serighelli no jornal Folha do Litoral:



O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 5

Reflexos da 3ª noite:

Jornal Folha do Litoral: 21/05/2010

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 4

Reflexos da primeira noite:

Jornal Folha do Litoral: 19/05/2010

Jornal Folha do Litoral: 19/05/2010

Jornal Folha do Litoral: 19/05/2010

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 3

Imprensa registra a expectativa para o Fórum:

Jornal Folha do Litoral: 16/05/2010

Jornal Folha do Litoral: 18/05/2010

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 2

A Profª Fabiana e os alunos da 7ª Série A preparam seu trabalho para o Fórum:

Jornal Folha do Litoral: 01/05/2010

O II Fórum Diocesano Leão XIII na mídia - Parte 1

O II Fórum Diocesano Leão XIII teve início, na verdade, com a palestra do assessor especial do ministro do esporte, Ricardo Gomyde, às 09 horas do dia 08 de abril, na Igreja da Paz.

A imprensa local registrou a palestra da seguinte forma:

Jornal Folha do Litoral: 31/03/2010

Jornal Folha do Litoral: 07/04/2010

quinta-feira, 20 de maio de 2010

II Fórum Diocesano Leão XIII - 3ª Noite 6

Após palavras do nosso Bispo Diocesano Dom João Alves dos Santos, o diretor do Colégio Diocesano Leão XIII, Pe. Prof. Vilmar Serighelli, fala ao público.

Seguindo, exibiremos um ligeiro vídeo, a pedido da Pastoral da Pessoa Idosa e encerraremos com a execução do Hino do Município de Paranaguá.

II Fórum Diocesano Leão XIII - 3ª Noite 5

Nesse momento, o governador e pré-candidato ao governo, Orlando Pessutti, responde a pergunta feita pelo público. Anteriormente, a pergunta sobre as leis sobre o idoso foi respondida pelo Dr. João Batista de Lima Filho

Na sequência, exibiremos um vídeo em homenagem à saudosa Dra. Zilda Arns Neumann, uma mulher exemplar que deu sua vida em favor do próximo, falecida no terremoto de 12 de janeiro, último, na cidade de Porto Príncipe, no Haiti.

BISPO DIOCESANO - DOM JOÃO ALVES DOS SANTOS ENTREGA ABAIXO-ASSINADO AO GOVERNADOR PESSUTTI

II Fórum Diocesano Leão XIII - 3ª Noite 4

Após encerrada a palestra do Sr. governador do estado do Paraná, Orlando Pessutti, damos sequência à apresentação de mais um vídeo dos alunos do Colégio Diocesano Leão XIII, o vídeo em questão é o do 1º Ano do Ensino Médio, tendo como tema a "Ética", orientado pela professora Márcia Tavares, além dos professores João Rocha, Gabriel Skiba e Nogarolli, após o que, serão feitas as perguntas do público presente aos convidados da noite.

II Fórum Diocesano Leão XIII - 3ª Noite 3

Terminada a palestra onde o Dr. João Batista de Lima Filho apresentou como viver mais e melhor e as expectativas dos nossos idosos contemporâneos, passamos à apresentação do vídeo dos alunos da 8ª Série B, com o tema "Como uma Família Sobrevive com o Salário Mínimo?", orientado pelos professores Aramis e Ana Lúcia.
Na sequência, iniciar-se-á a palestra do pré-candidato ao governo do estado, o governador Orlando Pessutti, que apresentará suas propostas para o litoral do Paraná.

II Fórum Diocesano Leão XIII - 3ª Noite 2

Após a execução do vídeo da 8ª Série A, uma homenagem intitulada "Idoso - A Arte de Envelhecer", orientado pelas professoras Amarilis e Caroline, além do professor Galdino, assistimos agora à palestra do Dr. João Batista de Lima Filho, sobre "O Processo de Envelhecimento".

II Fórum Diocesano Leão XIII - 3ª Noite

Iniciamos a 3ª noite do II Fórum Diocesano Leão XIII - Economia e Vida, nesse momento, o Bispo Diocesano de Paranaguá discursa sobre Fraternidade.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

BISPO DIOCESANO - DOM JOÃO ALVES DOS SANTOS ENTREGA ABAIXO-ASSINADO AO PREFEITO BAKA

O Prefeito José Baka Filho estava, oficialmente, representando o pré-candidato ao governo do estado, Senador Osmar Dias, ausente devido à votação do Projeto Ficha Limpa, pelo Senado Federal.

II Fórum Diocesano Leão XIII - 2ª Noite - 2

No momento, presenciamos à leitura da carta do pré-candidato ao governo do estado, Senador Osmar Dias, pelo prefeito de Paranaguá, José Baka Filho, o senador precisou se ausentar devido à votação do Projeto Ficha Limpa (aprovado com unanimidade), lembrando que o pré-candidato é líder de seu partido no Senado Nacional.

No momento anterior, assistimos à execução do vídeo da 7ª Série B, com o tema "A Tecnologia a Favor da Qualidade de Vida", orientado pelos professores Ricardo Augusto e Rony Ewerson

Na sequência, exibiremos o vídeo dos alunos do 2º ano do Ensino Médio, tema "Administrando o Orçamento Doméstico", orientado pelas professoras Gracília e Janete Lode, além dos professores Sergião e Etamar.

Após o vídeo, será aberto o espaço para as perguntas e o encerramento do evento nesse seu segundo dia.

II Fórum Diocesano Leão XIII - 2ª Noite

Até o momento, já tivemos a execução de dois vídeos com trabalhos dos alunos das quintas séries A e B e a palestra do Prof. Ari Herculano de Souza, com o tema "Paranaguá - Além do Porto". No momento, assistimos à palestra do Prof. Florindo Wistuba Júnior, com tema no "Patrimônio Histórico de Paranaguá".

Os vídeos executados foram os da:

5ª Série A - com tema "Natureza, Ambiente, Lixo - Vida", orientado pelas professoras Aline Piva e Déborah Salomão, além do professor Bruno Chiaradia;

5ª Série B - com tema "Comunidade Solidária - Uma Experiência Desenvolvida em um Bairro de Paranaguá", orientado pelas professoras Sylvianne Tavares, Muriel Veloso e Raquel Moreira;

Também estão sendo expostos os trabalhos (pinturas em tela) dos alunos do Ensino Fundamental, nível I:

1º Ano A - profª Marcielle - "Família - Segurança e Amor"
1º Ano B - profª Cleuma - "Nosso Belo Planeta"
2º Ano A - profª Caroline - "Por um Mundo sem Preconceito"
2º Ano B - profª Fabiane - "Direitos das Crianças"
3º Ano A - profª Valderes - "Comunidade Solidária"
3º Ano B - profª Tatiana - "Solidariedade"
4º Ano A - profª Luciane - "Vida - Presente de Deus"
4º Ano B - profª Andréa - "Campanha Desperdício Zero"
4ª Série - profª Giani - "Sociedade em Busca de Paz"

Richa no Fórum Diocesano Leão XIII:

Litoral não pode ser lembrado apenas no verão

O pré-candidato do PSDB ao Governo do Estado, Beto Richa, participou da abertura do 2º Fórum Diocesano Leão XIII, promovido pela Mitra Diocesana, em Paranaguá, nesta terça (18). Mais de 900 pessoas, entre professores e estudantes do Colégio Diocesano e do Instituto Superior do Litoral (Isulpar) e da comunidade local, reuniram-se na Catedral Diocesana para ouvir Richa falar sobre seu plano de governo e as questões importantes para o litoral.

“O Litoral não pode ser foco das atenções do governo apenas durante a temporada de verão. Aqui vivem cidadãos e famílias que merecem respeito, atenção e infraestrutura adequada durante os 12 meses do ano”, disse Richa. “O Litoral precisa de políticas públicas de desenvolvimento sustentável, precisa melhorar o saneamento e também ter um hospital de referência e programas de atenção à saúde da mulher, da criança e do idoso”, disse.

Além de falar sobre as diversas políticas públicas que foram implantadas com sucesso em todas as áreas da administração na Prefeitura de Curitiba, Richa tocou em questões consideradas fundamentais para a comunidade de Paranaguá e de todo o Litoral, como a segurança pública. “O Paraná tem hoje um efetivo policial inferior ao que tinha há 20 anos. É um total descaso, se considerarmos o crescimento populacional nesse período e o aumento brutal da violência”, disse Richa.

O pré-candidato do PSDB falou de sua atuação como deputado, quando fez o projeto que criou o Fundo Estadual de Prevenção às Drogas, e na Prefeitura de Curitiba, onde implantou a primeira secretaria municipal antidrogas do país. “É preciso ter políticas públicas de segurança pública que sejam enérgicas e eficazes. Fazer parcerias com a União, com a Polícia Federal, com municípios, com entidades da sociedade, mas também precisamos combater as causas da violência, que são mo desemprego e as desigualdades sociais”, disse.

Richa destacou a importância de retomar os estudos para resolver a questão da construção de um novo presídio no litoral. “Sabemos da situação precária da Cadeia Pública de Paranaguá, que tem vagas para 30 pessoas e hoje abriga mais de 200 presos, em condições sub-humanas”, afirmou. “Sabemos também que existe um projeto para construir um presídio, que foi engavetado pelo governo. Sabemos até o valor e que existe uma área doada pelo município para retirar esse nó do centro de Paranaguá”, disse.

O arcebispo de Paranaguá, Dom João Alves dos Santos, entregou a Beto Richa um abaixo assinado com 4.278 assinaturas recolhidas em todas as paróquias dos sete municípios do litoral do Paraná, pedindo que no próximo governo seja construído um presídio no litoral.

Atendendo o tema do primeiro dia do Fórum, “Economia e Vida”, tema da Campanha da Fraternidade de 2010, Richa falou sobre a necessidade de retomar os investimentos e a melhorar a gestão dos portos de Paranaguá e Antonina. “O porto é fundamental, porque hoje estamos perdendo cargas para portos de estados vizinhos, por falta de calado e outros investimentos, mas a cidade também precisa de programas de qualificação profissional, de empresas e indústrias que gerem empregos para reduzir a dependência do porto”, afirmou. “Da mesma forma, acredito que é plenamente possível promover o desenvolvimento sustentável da região litorânea, ou seja, crescer sem desrespeitar o meio ambiente”, disse.

Além de Richa, o professor doutor Ricardo Oliveira, do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Paraná, também fez uma palestra durante o Fórum Diocesano, onde traçou um panorama atualizado apresentando os avanços da economia nacional nos últimos anos. “Estamos avançando em todas as áreas e podemos nos tornar uma grande potência, mas o Brasil ainda precisa deputar seu sistema político e para isso é preciso contar com as pessoas de boa fé”, disse Oliveira. O 2º Fórum Diocesano Leão XIII prossegue até esta quinta-feira (20).

ASSESSORIA DE IMPRENSA

(41) 3342-4545 // 9135-6830

imprensa@betoricha.com.br

www.betoricha.com.br

www.twitter.com/BetoRicha

FÓRUM E CIDADANIA

Vilmar Serighelli
Qualquer pessoa ou instituição – movimento social, denominação religiosa, ONG, escola, empresa, associação etc – pode e deve PROMOVER iniciativas que reforcem a cidadania e a solidariedade: mesas-redondas; campanhas; palestras; mutirão que beneficie, sem assistencialismo, a população mais pobre.
Um excelente ponto de partida são as Metas do Milênio, aprovadas por 191 países da ONU, em 2000. Todos, inclusive o Brasil, se comprometeram a cumprir os oito objetivos até 2015: 1) Acabar com a fome e a miséria; 2) Educação básica de qualidade para todos; 3) Igualdade entre sexos e valorização da mulher; 4) Reduzir a mortalidade infantil; 5) Melhorar a saúde das gestantes; 6) Combater a Aids, a malária e outras doenças; 7) Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; 8) Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento. Sonho, utopia ou possibilidade?
Não há quem NÃO possa fazer um gesto na direção desses objetivos: debater em sala de aula as causas da pobreza e os entraves à melhor distribuição de renda; introduzir na escola educação nutricional, adotar os programas Escolas Irmãs, Jovem Voluntário, Escola Solidária, promover painéis exposição sobre os direitos dos povos indígenas ou ações de combate ao trabalho e à prostituição infantis; organizar uma horta comunitária; lutar pela melhoria da educação, do acesso a medicamentos seguros e baratos ou abrir um curso de alfabetização de adultos; denunciar o preconceito contra homossexuais e o uso da mulher no estímulo ao consumismo; fortalecer a Pastoral da Criança e as muitas formas de organização das Pessoas Idosas e discutir a relação entre explosão demográfica e crescimento econômico com desenvolvimento social; conscientizar sobre os riscos da Aids, as causas da malária e o aumento de doenças decorrentes do desequilíbrio ecológico; colaborar para a implementação de reformas (Ficha Limpa, Tributária…) pesquisar o que é desenvolvimento sustentável etc.
Há quem torça o nariz para as Metas do Milênio. O mesmo erro foi cometido quando as verdes, décadas atrás, levantaram a bandeira da ECOLOGIA. Felizmente Chico Mendes nos abriu os olhos. Ensinou que a preservação do meio ambiente é das poucas bandeiras que mobilizam adeptos em todas as classes sociais.
É preciso mobilizar a Nação, o Estado, o Município em torno de ações concretas que nos permitam construir o “outro mundo possível”. É preciso nos PERGUNTAR, trazendo dentro da nossa vida, o que temos feito para mudar o mundo? O que faz você, a sua escola, a sua comunidade religiosa, o seu movimento social, a sua empresa? O que fazem e pensam a classe política, no intuito de construir projetos que beneficiem a população? Quais as preocupações com a geração de Pessoas Idosas? Queixar-se é fácil e reclamar não é difícil. O DESAFIO é agir, organizar, conscientizar, transformar.
No filme, Diários de motocicleta, filme de Walter Salles, mostra a cena em que Ernesto Guevara decide, na noite de seu aniversário, mergulhar no rio que o separava da comunidade de hansenianos. Naquele momento, Che optou pela margem oposta – a da cidadania e da solidariedade. Não ficou na margem em que nascera e fora criado, cercado de confortos e ilusões, nem se reteve “na terceira margem do rio”, aquela dos que se isolam em suas convicções sectárias e jamais completam a travessia. Nossas escolham mudam nossas vidas.
Porque podemos mudar o Brasil, o Paraná, o nosso litoral e a querida Paranaguá mãe de todos os paranaenses. Basta passar das intenções às ações. Cabeça, tronco e membros é a característica do animal. Se pensa, fala e opta, é característico do ser racional. Se não joga papel no chão, respeita o pedestre enquanto dirige, pede nota fiscal no comércio e exige direitos previstos em lei, um cidadão.
Não é fácil ser cidadão brasileiro. “Pau que nasce torto...” Nascemos como nação-colônia, aprendendo que o estrangeiro é sempre melhor que o nacional.
Cidadania rima com soberania. É preciso gostar de si próprio para conquistá-la. É preciso PARTICIPAR, cada um fazendo a sua parte. Caso contrário, permanece tudo como está. E todos acreditarão na publicidade dos planos oferecidos em larga escala e que raramente correspondem à expectativa do usuário na hora do aperto.
Fórum, Economia e Vida, 18, 19 e 20 – Catedral Diocesana de Paranaguá.
Que Deus nos guarde na palma de sua mão.
Publicado na Folha do Litoral em 16/05/2010, Ano 9 – Nº 2992. P. 10. correio:serighelli@uol.com.br

segunda-feira, 17 de maio de 2010

PALESTRANTES CONFIRMADOS

1ª NOITE – 18 de maio de 2010 – terça-feira
TEMA: ECONOMIA E VIDA
VER - Denunciar a perversidade de um modelo econômico que visa - em primeiro lugar – o lucro, aumenta a desigualdade e gera miséria, fome e morte.
Palestrante -
  • Dr. Professor Ricardo Oliveira
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985), Master of Science in Urban Development Planning - University College of London (1987) e Doutorado em Ciências Sociais pela UNICAMP (2000). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Paraná. Atualmente também pesquisa a genealogia genética Brasileira em um projeto internacional.
  • Sr. Beto Richa - pré-candidato ao Governo do Estado do Paraná

2ª noite – 19/05/10 – (4ª feira) -
TEMA: PARANAGUÁ ALÉM DO PORTO
JULGAR - O pobre está no centro do julgamento de Deus: “Tive fome e me deste de comer” (Mt 25). A apropriação dos bens por parte de uma minoria de pessoas ou de estados é uma fraude contra a criação de Deus: “O que pertence a Deus, pertence a todos” (Cipriano de Cartago).
Palestrantes –
  • Professor Ari Herculano de Souza
  • Professor Florindo Wistuba Júnior

3ª noite – 20/05/10 – ( 5ª feira) -
TEMA: PATRIMÔNIO HUMANO – GESTÃO DA VIDA
AGIR – Educar para a prática de uma economia de solidariedade, de cuidado com a criação e de valorização da vida. Mobilizar igrejas e toda a sociedade para a implantação de um modelo econômico de solidariedade e justiça para todas as pessoas
Palestrante –
  • Dr. João Batista de Lima Filho
- PÓS-GRADUADO EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA PELA PUC-RS. PÓS-GRADUADO EM MEDICINA INTERNA PELA PUC/CAMPINAS. ASSESSOR DA COORDENAÇÃO NACIONAL DA PASTORAL DA PESSOA IDOSA. COORDENADOR ADJUNTO DO FÓRUM PARANAENSE DO IDOSO. AUTOR DOS LIVROS “DE BEM COM A VIDA” “ENVELHECER BEM É POSSÍVEL”. CO-AUTOR DOS LIVROS “CONHECER A PESSOA IDOSA” CADERNOS DE SAÚDE EDITORA UEL E, “LONDRINA DA MELHOR IDADE’’. RECONHECIDO COMO MELHOR GERIATRA DO ANO 1996, PELA ASSOCIAÇÃO MÉDICA DO PARANÁ COM O “ 1º PRÊMIO SIER”. PROFESSOR DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA DA UNVERSIDADE TECNOLOGICA FEDERAL DO PR. ESPECIALISTA EM GERIATRIA E GERONTOLOGIA PELA ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA. DIRETOR CLÍNICO DA CASA DE SAÚDE DR. JOÃO LIMA DE CORNÉLIO PROCÓPIO. REPRESENTANTE DA PASTORAL DA CRIANÇA E TERCEIRA IDADE NO CNAS/CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL ( 1998 Á 2002). REPRESENTANTE OFICIAL DA CNBB-(CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL) NA II ASSEMBLÉIA MUNDIAL SOBRE ENVELHECIMENTO ORGANIZADO PELA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS -ONU EM MADRI-ESPANHA – ABRIL/2002.